Como terceirizar o setor financeiro da sua empresa

COMO TERCEIRIZAR O SETOR FINANCEIRO DA SUA EMPRESA

Um guia para pequenas e médias empresas implementar a terceirização do setor financeiro.

Segundo estudo 2016 Global Outsourcing Survey, da Deloitte, mais de um terço das empresas pesquisadas planejam ampliar a terceirização de suas atividades financeiras nos próximos anos.

Das empresas pesquisadas, 36% já utilizam os serviços financeiros terceirizados e descrevem como principais vantagens a redução de custos e aumento do foco na atividade principal.

Também conhecido como Business Process Outsourcing (BPO), ou Terceirização de Processos de Negócios, já é aplicado às finanças, contabilidade, marketing, logística, RH, vendas e outros departamentos

A terceirização, quando bem compreendida e dimensionada (escopo de atuação da empresa contratada), a perspectiva é de ganhos em eficiência, produtividade e vantagem competitiva.

Você quer terceirizar o setor financeiro da sua empresa, mas não sabe por onde começar?

O que é terceirizar o setor financeiro da minha empresa?

Significa delegar as atividades relacionadas ao setor financeiro para uma empresa especializada, com pessoas que não fazem parte do quadro de colaboradores da sua empresa, que executará todas as rotinas do setor financeiro.

Como funciona a terceirização do financeiro

Com a tendência da terceirização do setor financeiro, os serviços oferecidos são cada vez mais completos e abrangem praticamente todas as rotinas gerenciais e administrativas do setor financeiro.


Mas é claro que, para isso, é preciso ter muita confiança nos prestadores de serviços, que devem colecionar conhecimentos e experiências comprovadas para conduzir as rotinas do setor financeiro, apoiado por um sistema de gestão da informação funcional e seguro.

Assim, a terceirização do setor financeiro começa com a definição das atividades a serem delegadas e escolha de parceiros estratégicos para prestação de serviços de qualidade e, com extrema segurança no fluxo de informações.

Alguns exemplos de atividades inclusas na terceirização do setor financeiro são:

  • Atividades de tesouraria (contas a pagar e receber)
  • Gestão do fluxo de caixa
  • Faturamento (emissão de nota fiscais de vendas)
  • Controles financeiros (conciliação bancária; cartões; convênios; etc.)
  • Preparação de relatórios gerenciais (DRE; DFC; BP; CMV)
  • Cobrança administrativa
  • Auditoria de estoques
  • Fluxo de informações com a contabilidade

Quais as vantagens da terceirização financeira?

As principais vantagens que uma empresa tem com a terceirização do setor financeiro são:

  • Redução de despesas
  • Foco na atividade principal – Core Business
  • Aumento de produtividade
  • Gestão baseada em indicadores
  • Otimização dos processos
  • Segurança operacional
  • Agilidade no acesso à informação

É importante destacar que a terceirização do setor financeiro, passa necessariamente por uma gestão interna de mudanças, principalmente por se tratar de uma área muito crítica e sensível da organização. Alguns sentimentos como, perda de controle físico e visual, atendimento à distância, “abertura” dos números da empresa, comunicação mais estruturada, podem obscurecer a oportunidade que a terceirização proporciona para as empresas.

Para minimizar esses sentimentos, é muito importante estabelecer e alinhar entre as partes as regras, papéis, artefatos, canais de comunicação, responsáveis, que acompanharão esse processo.

Agora que você já sabe tudo sobre a terceirização do setor financeiro, como colocar em prática esse processo.


Confira nosso passo a passo para terceirizar suas finanças:

1. Defina as funções a terceirizar

Antes de tudo, você precisa definir exatamente quais funções financeiras podem e desejam terceirizar.

Para isso, você deve considerar critérios como o volume de transações, complexidade das finanças, confidencialidade e informações necessárias à tomada de decisão.

2. Encontre o fornecedor ideal

Selecione criteriosamente os fornecedores que atendem os requisitos da terceirização, pesquisando o histórico de atuação no setor, a composição societária (sócios), satisfação dos clientes atendidos, infraestrutura física e funcional, time de colaboradores.

3. Avalie a funcionalidade e segurança do sistema de informações

A tecnologia também desempenha um papel central na escolha, pois as novas tendências apontam para o uso de inteligência artificial, computação em nuvem e Big Data na gestão financeira.

4. Elabore um excelente contrato

O fechamento do contrato é um momento crítico para a terceirização financeira, pois todos os detalhes devem ser acordados entre as partes para evitar futuros desentendimentos.

5. Assegure a efetividade do processo de transição

Segundo o estudo Deloitte 2018 Global outsourcing survey, as empresas aprenderam a investir mais tempo na seleção do prestador de serviços; no processo de transição; compreensão profunda da sua empresa; canal de comunicação ágil e efetivo.

Agora você está apto para realizar a terceirização do setor financeiro da sua empresa, minimizando os riscos e obtendo todas as vantagens operacionais e financeiras desse processo.


Luís Zanon

Diretor Geral da Emin Consultoria

zanon@emin.com.br

Compartilhar nas Redes Sociais
Comments are closed.